Destaques

Alunos do Mundo Mágico visitam a Câmara

30 de maio de 2019

Atividade é parte de um projeto da escola, que criou uma “esfera administrativa” comandada pelas turmas de 3º ano

Um burburinho diferente percorreu as dependências da Câmara Municipal no dia de ontem (28). Ao lado do vai e vem habitual de servidores da Casa, parlamentares e eventuais peticionários, um grupo animado de crianças percorreu o paço legislativo, explorando com olhar curioso e moleque todos os recintos da Casa – do plenário aos gabinetes, das salas de reuniões ao memorial dos ex-vereadores.

As comitivas, formadas por alunos do terceiro ano do Centro Educacional Mundo Mágico, escola privada localizada no Centro, foram recepcionadas no período da manhã pela vereadora Silvana Stadler (PTB) e, à tarde, pelos parlamentares Diogo Santos e Célio Ramos, ambos do MDB. A atividade, que incluiu visitas à prefeitura, é parte do projeto “Nossos Governantes” e integra a grade curricular de História e Geografia da unidade educacional.

“O objetivo [da visita] é conhecer a função dos governantes e também praticar”, explicou a professora Daiane Eliana de Melo, idealizadora do projeto, desenvolvido há cinco anos para criar uma estrutura administrativa dentro da escola tocada pelos próprios alunos. Todo ano letivo, a turma da terceira série escolhe, entre os colegas, um prefeito, um vice-prefeito, vereadores e secretários, que desempenham funções semelhantes às de suas contrapartes no poder público municipal.

O programa envolve eleições (estudantes e professores votam) e programas de governo. Com isso, a escola trabalha noções de participação cidadã, com direito a reivindicações e propostas de melhorias – como um novo cantinho da leitura, um jardim suspenso, entre outras realizações. E a criançada se envolve para valer: “Eles não veem a hora de chegar ao terceiro ano para participar”, conta Vera Evaristo de Andrade, diretora e proprietária do Mundo Mágico.

Para o vereador Célio Ramos, que acompanhou a visita, esse tipo de atividade tem um impacto positivo na formação dos jovens. “É um incentivo para a criação de novos líderes”, considera. Diogo Santos, que assumiu o papel de guia parlamentar, elogiou o interesse demonstrado pela turma: “Elas já vêm mais politizadas”, opina.

Toda essa movimentação interessa ao emedebista, uma vez que Diogo idealizou, em parceria com os colegas de plenário Jonatha Cabral, Rosaura Rodrigues (PT) e Marcos Marques (PRB), o Projeto de Resolução 004/18, que institui o programa Vereador e Vereadora Mirim.

Criado com o objetivo de fazer com que os estudantes do município vivenciem a prática legislativa, a proposta, que terá o apoio da Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa do Estado (Alesc), deverá ser implantada no segundo semestre deste ano. “Até a semana que vem a gente divulga e já começa a desenvolver o projeto”, prevê.

(Texto e Foto: Assessoria Câmara PB)

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara aprova projeto de lei para instituir programa “Amigo do Coração”

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS