Destaques

Aumento em casos de dengue preocupa Legislativo

Vereadores cobraram ações para evitar epidemia. Relatório do Dive-SC indica infestação em metade do Estado

14 de abril de 2023

O aumento no número de casos de dengue em Santa Catarina tem preocupado os vereadores. Na sessão da Câmara desta segunda-feira (10), alguns parlamentares usaram a tribuna para cobrar ações mais contundentes do Governo Municipal para evitar uma epidemia. Segundo relatório divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC) nesta quarta-feira (12), metade das cidades catarinenses está infestada de mosquitos aedes aegypti. No fim de março, o Governo do Estado decretou situação de emergência.

“Todo dia está tendo caso”, afirmou Jonas Raulino (MDB). Ele argumentou que, embora as equipes de vigilância epidemiológica do município estejam atuando de forma intensa, o número de profissionais não cobre a demanda: “A nossa cidade é muito grande, tem muita obra, muito terreno baldio”, ponderou. Para ele, a solução é utilizar o controle químico por meio do popular “fumacê”. O parlamentar apresentou uma indicação nesse sentido e antecipou que reforçará o pedido através de requerimento, a ser votado na próxima segunda (17).

“A situação é muito crítica”, reforçou Magno Muñoz (MDB), que chamou a atenção para o fato de que o problema se repete. “Ano passado, eu usei esta mesma tribuna e sugeri ao Governo Municipal que decretasse emergência por conta da dengue”. Ele concordou com o colega de bancada de que é necessário agir de forma imediata e efetiva, “seja através do fumacê, seja de um mutirão de limpeza, uma ação de conscientização”, sugeriu.

Também na última quarta-feira, Jonas se reuniu com o prefeito Joel Lucinda (MDB) para falar sobre o assunto. E foi informado pelo chefe do Executivo de que a administração estava realizando uma ação de conscientização nas escolas. De acordo com os dados fornecidos pela Dive-SC, Porto Belo registra 32 casos da doença, cujos principais sintomas são febre acima de 38°, dor no corpo e articulações, dor ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara aprova projeto de lei para instituir programa “Amigo do Coração”

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS