Destaques

Câmara aprova moção contra fogos barulhentos no Réveillon

Vereadores argumentam que estampidos causam sofrimento a pessoas e animais domésticos

08 de dezembro de 2022

Os vereadores Diogo Santos (MDB) e Juliano Cota Guerreiro (PP) apresentaram uma moção de apelo ao plenário da Câmara de Vereadores, na sessão ordinária desta segunda-feira (5), solicitando ao Poder Executivo que não use fogos de artifícios com estampido durante a festa de Réveillon do município.

O objetivo da moção é evitar que o barulho dos fogos cause sofrimento a idosos, autistas, enfermos, crianças e animais domésticos. O estampido de fogos de artifícios pode alcançar de 150 a 175 decibéis. O limite suportado pelo ser humano é de 120 a 140 decibéis.

Durante sua fala na tribuna, Juliano destacou que futuramente será discutida uma legislação para regulamentar essa situação e que munícipios vizinhos, como Balneário Camboriú e Florianópolis, já adotaram essa ideia.

O progressista ainda cita que, por conta de tecnologias mais avançadas, existem outras possibilidades de apresentação pirotécnica, como fogos de artifício silenciosos ou projeções multimídias em espaço públicos.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Legislativo define nova composição das comissões

VER MAIS

Câmara elege nova mesa diretora

VER MAIS

Dezembro Verde ganha destaque em ações da Câmara

VER MAIS