Destaques

Câmara leva demanda do hospital regional a Carmen Zanotto

Secretária de Estado da Saúde discutiu o tema com comitiva parlamentar de Porto Belo nesta 5ª

21 de julho de 2023

A situação dos leitos de hospital na região que abrange os municípios de Porto Belo, Bombinhas, Itapema e Tijucas foi tema de uma reunião na Secretaria de Estado da Saúde, em Florianópolis, na tarde de ontem (20). Participaram do encontro a titular da pasta, Carmen Zanotto, e os vereadores Bento Voltolini (PL), Willian Ismael dos Santos (Progressistas), Jonas Amadeu, Diogo Santos, Célio Ramos e Magno Muñoz (MDB).

A agenda foi uma solicitação da comitiva portobelense. Os parlamentares encaminharam à secretária uma reivindicação antiga: a construção de um hospital capaz de suprir a demanda do município e cidades vizinhas. Atualmente, a unidade de referência para a região é o Hospital Municipal Ruth Cardoso, mantido pela Prefeitura de Balneário Camboriú e vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Carmen, entretanto, destacou que a prioridade da atual gestão é promover melhorias na infraestrutura já existente ou em execução. Ela citou o caso do Hospital de Itapema, que deve ser inaugurado no primeiro trimestre de 2024 e contará com atendimento do SUS. O Governo do Estado pretende equipar esse novo hospital com uma unidade de cirurgia ortopédica. Segundo a secretária, a ocorrência de traumas devido a acidentes de trânsito é uma das principais responsáveis pela ocupação de leitos na região.

Outras unidades que vêm recebendo atenção da Secretaria de Saúde na região são os hospitais Pequeno Anjo e Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí. No início de fevereiro, a pasta lançou o Programa Estadual de Cirurgias Eletivas, com a meta de zerar a fila de espera em seis meses. Em junho, o Governo do Estado abriu dez leitos no Marieta. Existe a previsão de abertura de mais vinte leitos, dez adultos e dez neonatais. O Pequeno Anjo terá seis novos leitos pediátricos a partir das próximas semanas.

Os vereadores também solicitaram um reforço no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A preocupação dos parlamentares é com o deslocamento de pacientes graves. Zanotto assegurou que fará esforços no sentido de deslocar uma ambulância UTI do Samu para os atendimentos de alta complexidade na região.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara aprova projeto de lei para instituir programa “Amigo do Coração”

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS