Destaques

Câmara promove reunião com EBS

A equipe relatou aos vereadores os principais motivos para a água estar chegando amarelada na rede

ISABELE DE SOUZA SILVA/ASSESSORIA CÂMARA PB

28 de outubro de 2021

Na última quinta-feira, 27, a Câmara Municipal recebeu a equipe da Empresa Brasileira de Abastecimento (EBS) para conversar sobre as reclamações que a empresa vinha recebendo. Representaram a nova concessionária de água e abastecimento do município os engenheiros civis Bruna Bassani, Angelo Diego Paker, Ruan Petterson Correa e Alexander Cavalli Habith, a engenheira química Andrezza Aligleri, a gerente comercial Sandra Breve e Diego Borges, responsável pelo relacionamento da empresa com a administração municipal. Da parte do Legislativo participaram os vereadores Joel Lucinda, Diogo Santos, Ednaldo da Silva e Magno Muñoz, do MDB, Juliano Guerreiro e Willian dos Santos (Progressistas), Ailto de Souza (PL) e Jonatha Cabral (Republicanos). O secretário de gabinete da Prefeitura, Hermandes da Costa, representou o Executivo.

Diego Borges informou que a EBS, fundada em 2007 e com 200 colaboradores diretos, atua como empresa terceirizada pela Prefeitura com contrato emergencial de 180 dias. De acordo com os técnicos ouvidos pelos vereadores, a equipe, que assumiu a operação de Porto Belo há dois meses, encontrou a Estação de Tratamento de Água (ETA) debilitada, sem manutenção, com equipamentos inoperantes e motores e bombas em mau estado de conservação. Relataram também que o principal motivo para a água estar chegando amarelada nas casas dos moradores foi a substituição do cloro gás por cloro líquido. A troca modificou a cor da água, pois alterou o Ph do fluido e liberou as partículas de ferrugem existentes na antiga tubulação de ferro. A mudança, segundo os técnicos, se deu em razão do fácil manuseio do cloro líquido, além de ser mais seguro para os operadores.

Outro ponto apontado foi a quantidade de fontes secas no município, principalmente no bairro Balneário Perequê. Fontes secas, como comumente são chamadas, são ruas que possuem apenas uma rede, não tendo como a água circular. A falta de reservatório no município também afetou a qualidade da água. A equipe mencionou que fará uma limpeza nas tubulações na madrugada de quarta-feira (3) e, provavelmente, a água ficará amarelada durante cerca de três dias. Essa limpeza é necessária, afirmam, pois a última a ser feita foi há mais de 20 anos.

O presidente da Casa, Joel Lucinda, sugere que a empresa comunique ao público, com antecedência, sobre manutenções e/ou limpezas a serem feitas que possam modificar a qualidade da água, evitando surpresas para o consumidor. Já Diogo Santos questionou as notificações de mudança de cavaletes entregues junto com o primeiro talão de cobrança, o que preocupou alguns residentes. A equipe explica que a notificação não é para mudança imediata, apenas um aviso para futuras manutenções e segurança dos operadores. Ela também orientou a população a usar os canais da empresa para tirar dúvidas e relatar problemas. Os telefones de contato com a EBS são 0800-1230477 e (47) 3514-0097.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Resumo da Sessão

VER MAIS

Legislativo institui o “Dia da Mulher na Política”

VER MAIS

Vereadores e vereadoras mirins de PB participam de conferência regional em Itajaí

VER MAIS