Destaques

Machismo, cotas e protagonismo na política na 3ª noite da Semana Municipal da Mulher

Ada de Luca, Elizete Alves e Dirce Heiderscheidt participaram de mesa-redonda na Câmara sobre a participação da mulher na política e falaram sobre desafios

05 de março de 2020

As mulheres já são mais de 50% do eleitorado brasileiro. Porém, muito poucas ocupam lugares de destaque na política nacional. Na Assembleia Legislativa do Estado, dos 40 deputados eleitos em 2018, apenas seis são mulheres. Na Câmara de Vereadores de Porto Belo, apenas duas ocupam assentos entre onze parlamentares – o que, de certa forma, representa um avanço: na gestão anterior (2013-2016) havia nenhuma.

Apontar caminhos para que esses números sejam mais equilibrados no futuro foi um dos objetivos da conversa “Mulheres na Política”, realizada na noite de ontem (4) na Câmara Municipal. A atividade, parte da Semana da Mulher de Porto Belo, foi promovida pelo Legislativo, através de sua Procuradoria Especial da Mulher, pelo Governo Municipal e teve o apoio da Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher e da Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Esta última instituição viabilizou a presença das palestrantes da noite: a advogada e deputada estadual Ada de Luca, a professora e doutora Elizete Lanzoni Alves, secretária estadual de mulheres do PSB e diretora executiva da Academia Catarinense de Letras Jurídicas, e a ex-deputada e atual suplente Dirce Heiderscheidt, presidente do MDB Mulher.

Um público expressivo (quase todos os 80 lugares do auditório da Câmara estavam ocupados), que contou com a participação do vice-prefeito Elias Cabral, vereadores Diogo Santos, Silvana Stadler, Jonas Raulino, Rosaura Rodrigues, Célio Ramos e Bento Voltolini, vereadoras de Canelinha (Neli Ferreira) e de Tijucas (Fernanda Melo), comandante da Polícia Militar Alex Matias, além da presidente do Conselho Municipal da Mulher, Gilmara Baltazar, e outros representantes da administração municipal, ouviu o que as três convidadas tinham a dizer.

O vice-prefeito Elias Cabral e os vereadores Jonas Raulino, Bento Voltolini, Célio Ramos, Diogo Santos, Silvana Stadler e Rosaura Rodrigues durante o evento

Entre os temas abordados, discutiu-se o papel das mulheres nas eleições deste ano, machismo no meio político e a concorrência feminina no ambiente partidário. Falou-se também da cota obrigatória de 30% de candidatas para a composição de chapas que concorrerão ao Legislativo nas eleições de outubro próximo. Para as palestrantes, as cotas são importantes, porém é necessário que os partidos deem o devido valor às candidaturas femininas. “É preciso dizer ‘não é não’ para as candidaturas laranja”, exortou Elizete Alves, referindo-se à campanha contra o assédio utilizada durante o Carnaval e também à prática de se utilizar mulheres nas chapas apenas para “cumprir tabela”.

“Estamos vivendo um momento diferenciado, onde teremos um pleito eleitoral em que a participação feminina será muito importante nesse novo momento de registro de candidatura. Então, precisamos de eventos como esse para conscientizar cada vez mais que o lugar da mulher é na política”, observou Dirce, que já cumpriu dois mandatos na Alesc.

Uma das primeiras mulheres filiadas ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e uma das fundadoras da ala feminina do partido, Ada de Luca acredita que o espaço da mulher na política precisa ser conquistado com determinação, participação e mobilização: “Não adianta a mulher participar só na véspera de eleição ou no ano eleitoral. Mas não é participar e ficar de braços cruzados. É falar, é gritar, porque nada cai no nosso colo”, avisa a parlamentar, que está em seu quarto mandato na Assembleia Legislativa.

SEMANA MUNICIPAL DA MULHER

Instituída pela Lei Municipal 1687/09, a Semana Municipal da Mulher consiste de uma série de ações realizadas pelo poder público visando a promoção social e o bem-estar feminino, tendo como referência o Dia Internacional da Mulher (8 de março).

Este ano, sua realização contou com a participação ativa da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores. De acordo com a procuradora especial e vereadora Silvana Stadler (PTB), trata-se de um evento costurado a muitas mãos, com contribuições efetivas das secretarias municipais de Assistência Social, Saúde, Educação, Cultura e Esporte, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Mesa Diretora da Câmara e Escola do Legislativo.

A Semana da Mulher segue com aulas de defesa pessoal para mulheres na Clínica Estética & Spa Mayandra, no bairro Vila Nova, nesta quinta-feira (5), e cerimônia de entrega da Honraria Mulher de Valor na Câmara Municipal, na sexta-feira (6).

Ainda na sexta-feira a Secretaria Municipal de Saúde realizará o Dia D de Orientação em todas as unidades básicas de saúde e, no sábado (7), a unidade Carolina Ramos, do bairro Perequê, estará aberta durante todo o dia com ações especiais voltadas para as mulheres.

No dia 15 de março, ocorre o evento Som&Sol Especial da Mulher na Praça da Bandeira, no Centro, contando com apresentações artísticas, feira de artesanato e ações de promoção social desenvolvidas pela municipalidade, através de suas secretarias, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e Procuradoria Especial da Mulher.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Voz do Legislativo - Episódio 25 (05.08.2020)

VER MAIS

Projeto possibilita pagar tributos com cartão

VER MAIS

Governo anuncia reabertura do Santa Inês

VER MAIS