Destaques

Órgãos ambientais vistoriam a Estrada Nova

Técnicos da Famap e da Famab percorreram a trilha que se pretende seja acesso alternativo entre PB e Bombinhas

22 de novembro de 2022

Na tarde de ontem (21), técnicos das fundações municipais do meio ambiente de Porto Belo (Famap) e de Bombinhas (Famab) percorreram a Estrada Nova, trilha de pouco mais de quatro quilômetros entre a subestação da concessionária Águas de Bombinhas, no morro de Zimbros, e a localidade do CTG, no bairro Vila Nova, e que se pretende seja usada como “segundo acesso” entre os dois municípios. Entusiasta dessa iniciativa, o vereador Jonas Raulino (MDB) participou da caminhada, assim os presidentes dos órgãos ambientais, Fredolino Bento (Famap) e Flávio Martins (Famab).

O objetivo da atividade foi fazer uma análise in loco da área, que sofreu a última intervenção em 2001 — justamente para servir de alternativa viária para o município. De acordo com a avaliação preliminar dos técnicos presentes, em virtude do traçado existente, a reabertura da estrada exigiria um mínimo de supressão vegetal. Essa conclusão, porém, ainda demandará um estudo formal de impacto ambiental. Por ora, os agentes formarão um grupo de trabalho para trocar impressões e definir os próximos passos.

Em fala na tribuna durante sessão da Câmara nesta segunda-feira (21), Jonas falou novamente sobre a urgência de se retirar do centro de Porto Belo parte do tráfego que vai e vem de Bombinhas. Para o vereador, a abertura da Estrada Nova é a única alternativa viável: “É uma luta pelo direito e ir e vir, que é o direito de cada um”, definiu o presidente do Legislativo.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara aprova moção contra fogos barulhentos no Réveillon

VER MAIS

IPTU: projeto concede isenção em casos de TEA e fibromialgia

VER MAIS

Vereadores pedem ampliação no horário das creches

VER MAIS