Destaques

“Timaço”: Câmara exalta seus cidadãos honorários

Sessão festiva também abriu espaço para celebrar a memória de Amadeu Serafim Raulino

ALCIDES MAFRA/ASSESSORIA CÂMARA PB

28 de novembro de 2022

A noite de sexta-feira (25) marcou mais um encontro festivo entre a Câmara Municipal e a comunidade portobelense. Na oportunidade, contando com a presença do prefeito Joel Lucinda (MDB) e do vice-prefeito Ailto de Souza (PL), os vereadores fizeram a entrega dos títulos de Cidadão Honorário às personalidades de diferentes segmentos da sociedade escolhidas pelos parlamentares. Abrindo a solenidade, junto a familiares, foi feito o descerramento simbólico da placa de reconhecimento à memória do ex-vereador Amadeu Serafim Raulino (1936-2009), cujo nome batiza a sede do parlamento municipal.

Vereador por três mandatos (1993 a 1996, 1997 a 2000 e 2005 a 2008), Amadeu iniciou a vida pública aos 57 anos de idade e conquistou lugar na crônica política portobelense. Durante a homenagem, os vereadores lembraram histórias do ex-parlamentar, que morreu aos 72 anos de idade e se notabilizou por realizar suas campanhas pedalando pela cidade. Herdeiro político do “Amadeu da bicicleta”, Jonas Raulino (MDB) emocionou-se ao conduzir a homenagem. A lei municipal que nomeou a Câmara “Paço Legislativo Vereador Amadeu Serafim Raulino” é de fevereiro de 2009, informação que agora ficará afixada na parede do prédio público.

Feito o reconhecimento à memória de Amadeu, a secretária municipal de Cultura Cristiani de Jesus conduziu a apresentação dos cidadãos honorários de 2022, que, a exemplo de edições anteriores, fez acenos a nativos também — caso de Arão Francisco Mafra Filho, 50 anos de idade, gerente do empreendimento ilha de Porto Belo e nascido na cidade. Em geral, porém, prevaleceu a semântica, com um arco de origens, trajetórias e atuações variadas — de professores a comerciantes, agentes de segurança, militares aposentados, políticos e comunicadores. Numa alusão ao clima de Copa do Mundo instalado desde o início da semana, Jonatha Cabral (Republicanos) resumiu o conjunto como “um timaço”. Abaixo, os homenageados:

1. GILMAR BAIOTO (BENTO SEBASTIÃO VOLTOLINI)

Gilmar Baioto tem 56 anos e é paranaense de Ampére, mas há 31 anos vive em Santa Catarina. Casado há 34 anos com Janete Rodrigues, também do Paraná, e pai de João Pedro, atualmente Gilmar administra o Joga 10, no Balneário Perequê. Ali, auxilia na realização da escolinha de futebol do município, organiza festas comunitárias no Dia das Crianças e distribui presentes no Natal.

2. OSMAR HIPÓLITO DA SILVA (DARCI FRANÇA)

Natural de Lages, Osmar Hipólito da Silva vive em Porto Belo há mais de 30 anos, período em que trabalhou no comércio, foi colunista do semanário local A Novidade e comentarista esportivo da rádio comunitária FM Amizade. Além disso, desde 2013 ele encarna o Papai Noel na festa de Natal promovida pelo grupo Fazendo o Bem Sem Olhar a Quem no bairro Balneário.

3. DEOMAR MANOEL GERÔNIMO FILHO (DIOGO SANTOS)

Deomar já é uma figura conhecida em Porto Belo, por causa do trabalho como administrador da página e site Hora de Porto Belo, que divulga notícias da cidade e da região. Tem 61 anos de idade, é casado com Cristiane e pai de Benjamim, Tiago, Rosiane, Regiane e Raquel. Natural de Laguna, atualmente mora no bairro Vila Nova. Sargento da reserva da PM, atua no Conselho Municipal de Segurança Pública de Porto Belo.

4. HAMILTON LINHARES (EDNALDO MANOEL DA SILVA)

Natural de Florianópolis, 66 anos de idade, Hamilton Linhares mora em Porto Belo há mais de 35 anos. Empresário, fundou com Marilene Cruz a Passo a Passo Calçados, atualmente Pé na Areia Calçados, que completa 30 anos de atividades em 2023 e tem filiais em Itapema, Bombinhas e, mais recentemente, Balneário Camboriú.

5. ROBERTA ZENIR DA SILVA (GILBERTO JOÃO PEDRO)

Roberta tem o nome de Bombinhas registrado no RG, mas, quando ela nasceu, as cidades de lá e de cá eram uma coisa só. Tanto que, desde a quinta série, estudou no Tiradentes. Aos 41 anos de idade, vive em definitivo há três anos em Porto Belo.

6. ARÃO FRANCISCO MAFRA FILHO (JONAS AMADEU RAULINO)

Arão Mafra Filho tem 50 anos redondos e é nativo de Porto Belo. Graduado em processos gerenciais e pós-graduado em gestão estratégica de pessoas, tem mais de trinta anos de atuação turística, sendo dez anos na administração municipal e mais 21 anos na Ilha de Porto Belo, além de ter participado do Conselho Municipal de Turismo e da Coordenação de Pesquisa da Santur.

7. JEFFERSON ROBERTO DA SILVA (JONATHA CARLO CABRAL)

Jefferson Roberto da Silva é natural de Blumenau. Formado em Direito e policial civil de profissão, mudou-se para Porto Belo faz 30 anos, para integrar a equipe de investigadores da delegacia local. Atualmente, realiza o trabalho burocrático da instituição, mas sempre que pode ele auxilia os colegas no que for necessário.

8. ANTÔNIO APARECIDO SEVERINO (JULIANO COTA GUERREIRO)

Militar aposentado, vive em Porto Belo desde 2003. Foi um dos primeiros moradores do loteamento Gean e Giovanni e uma voz atuante na busca por melhorias para o bairro. Além disso, se dedica com paixão à horta comunitária que tem ao lado da sua casa, da qual retira alimentos que distribui entre seus próximos, incentivando hábitos de consumo sustentáveis.  

9. MARIO MAFALDO DE CARVALHO FILHO (MAGNO RAFAEL DE BORBA MUÑOZ)

Mario Mafaldo de Carvalho Filho tem 57 anos e nasceu em Rio do Sul. Chegou a Porto Belo com os pais, seu Mario “Delegado” e dona Elza Vicente de Carvalho, avó e irmãs, em 1974. Já trabalhou em escritório de despachante, na Prefeitura e é professor há 28 anos. Atualmente, é gestor da Escola de Educação Básica Tiradentes.

10. EMERSON LUCIANO STEIN (SILVANA NUNES STADLER)

Emerson Stein tem 47 anos e é formado em Gestão Pública. Em 2016, foi eleito prefeito e, à frente do Poder Executivo, mostrou um pouco do que sonhou para a cidade. O resultado do trabalho veio em 2020, quando foi reeleito com 83% dos votos, sendo o segundo prefeito mais votado em Santa Catarina.

11. MIRIAM SALVALÁGIO MARQUES (WILLIAN ISMAEL DOS SANTOS)

Dona Miriam é professora aposentada. Começou a dar aulas no Araçá em 1986, tendo sido responsável pela Escola Reunida Aureliano Fernandes da Silva, cargo que desempenhou sem receber remuneração. Foi coordenadora do Grupo de Jovens no Araçá, membro da associação de moradores e apoiadora dos festejos do bairro.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Legislativo define nova composição das comissões

VER MAIS

Câmara elege nova mesa diretora

VER MAIS

Dezembro Verde ganha destaque em ações da Câmara

VER MAIS