Destaques

Vereadora propõe ações de mobilidade urbana elétrica

Silvana Nunes apresentou requerimento solicitando investimento em políticas públicas para o setor

24 de novembro de 2022

A vereadora Silvana Nunes (PL) submeteu ao plenário da Câmara, durante a sessão desta segunda-feira (21), requerimento solicitando ao Governo Municipal a implementação de políticas públicas de promoção da mobilidade urbana elétrica. O documento, aprovado pela Casa, tem como referência o projeto Se Liga Catarina e o canal no Youtube O Pai tá OHM, iniciativa que advoga pelo uso de meios de locomoção sustentáveis. Nome à frente do projeto, o funcionário público federal e ambientalista natural de Brusque, Rubens Menezes Rau, esteve na sede do Legislativo no mês de outubro para apresentar a proposta à vereadora.

Rubens, que reside atualmente em Balneário Camboriú, iniciou em setembro uma série de viagens pelas 295 cidades de Santa Catarina a bordo de uma motocicleta elétrica com o objetivo de divulgar a iniciativa. O veículo lhe foi cedido por uma fabricante de Campinas (SC). Com ele, o ativista verifica como as cidades lidam com o tema, conversa com agentes públicos e propõe melhorias.

Entre a ações que sugere, estão a instalação de pontos de recarga para veículos elétricos em parques e prédios públicos em geral, programas de incentivo fiscal para comerciantes adotarem pontos de recarga em seus estabelecimentos, renovação das frotas municipais com veículos 100% elétricos, isenção de taxa de estacionamento, além de campanhas de conscientização para o uso adequado desse tipo de transporte.

Ele afirma que algumas medidas são simples e baratas, como disponibilizar uma tomada em uma área pública. Rubens também observa um aumento no uso de veículos elétricos, especialmente bicicletas com pedal assistido e scooters. Tanto que existe a preocupação em regulamentar o uso desses modais para reforçar a segurança no trânsito. Por outro lado, a adoção de meios de locomoção elétricos oferece benefícios ao meio ambiente, ao evitar a queima de combustíveis fósseis que está entre os principais desafios à manutenção do planeta.

Na justificativa do seu requerimento, Silvana sublinhou o caráter sustentável das medidas. “Pensando na redução da emissão de gases poluentes e na utilização de fontes de energia renováveis, o projeto vem ao encontro das necessidades urgentes de criação e estruturação de serviços que respeitem a proteção de nossas áreas”, anotou.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Legislativo define nova composição das comissões

VER MAIS

Câmara elege nova mesa diretora

VER MAIS

Dezembro Verde ganha destaque em ações da Câmara

VER MAIS