Destaques

Vereadores pedem pediatra para atuar no PA

De acordo com parlamentares, solicitação se justifica em razão da demanda na unidade do Centro

22 de agosto de 2023

Na sessão da Câmara da última semana (14), os vereadores Jonatha Cabral (Republicanos) e Jonas Amadeu (MDB) apresentaram ao plenário uma indicação pedindo que o Governo Municipal contrate um pediatra para atuar no pronto-atendimento (PA) do bairro Centro. De acordo com a secretária da Saúde, Jainara Nordio, o município dispõe de um profissional trabalhando em regime de vinte horas semanais, e outros dois cumprindo oito horas por semana. Para Jonatha, existe grande demanda no serviço de emergência para um médico dessa especialidade. Atualmente, a unidade conta somente com clínicos gerais.

De acordo com o levantamento Demografia Médica, realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) em 2018, existem 19 pediatras no país para cada grupo de 100 mil habitantes. A proporção é considerada satisfatória pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mas não cobre o território nacional de forma homogênea: estados do Sudeste empregam 55% desse total.

Porto Belo, com população estimada em quase 28 mil habitantes, segundo censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) do ano passado, reflete essa realidade. Seriam necessárias outras quatro profissionais (no feminino, uma vez que, ainda de acordo com o levantamento da FMUSP, 73,9% dos 40 mil especialistas em atividade no país são mulheres) para alcançar a média proposta pela OMS.

O vereador Célio Ramos (MDB) relatou, durante a sessão em que a indicação foi votada, que o Governo Municipal abriu vaga em concurso para a contratação de outra profissional para cobrir 20 horas. Obteve uma única candidata, que não permaneceu no cargo. O problema, explicou o emedebista, foi a defasagem salarial em relação a outros municípios da região. No Portal da Transparência, consta o salário base de R$ 5.703,91 para a categoria. Para Célio, é necessário revisar esse valor antes de tentar aumentar a oferta de novos profissionais. “Tem que rever o plano de cargos e salários desses servidores, senão vamos ficar sem pediatra”, afirmou.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Câmara aprova projeto de lei para instituir programa “Amigo do Coração”

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS

Resumo da Sessão

VER MAIS