Destaques

Legislativo homenageia seus Pescadores Portobelenses

Entrega da honraria ocorreu na noite de ontem (13), em sessão marcada pelas histórias do mar

ALCIDES MAFRA/ASSESSORIA CÂMARA PB

14 de julho de 2023

Depois de adiamentos motivados por questões alheias ao desejo dos parlamentares, a Câmara Municipal, enfim, promoveu a entrega da honraria Pescador Portobelense deste ano. A sessão solene ocorreu na noite de ontem (13) e foi marcada pelo encontro de velhos companheiros de lida, de histórias de quem teve que, muito cedo, enfrentar situações incertas em busca de sustento, e de celebração aos trabalhadores do mar. Afinal, mesmo que o município tenha, já há algum tempo, procurado formas diferentes de promover seu desenvolvimento, a pesca mantém sua relação íntima com a identidade cultural da cidade, além de seguir como opção econômica de parcela significativa da população local. Em suas falas na tribuna, os vereadores fizeram questão de fazer esse registro.

“A pesca é parte da nossa verdade”, resumiu Silvana Stadler. A vereadora do PL homenageou Anílio Santiago, que completa 86 anos de idade neste domingo. Seu Nilo é parte da geração que seguiu para o litoral paulista entre as décadas de 1960 e 1980 para atuar na pesca industrial. Outros, como João Lopes, de 66 anos, permaneceram na cidade, mas partiram quase meninos ainda a pescar de bateira a partir do rio de Santa Luzia. Jonatha Cabral, do Republicanos, foi quem homenageou o conterrâneo. E tivemos também os irmãos Taurino e Rogério, 70 e 52 anos respectivamente, que perseveram no cerco de tainha no rancho do Vô Ci, no Balneário Perequê. Taurino esteve no plenário e recebeu sua honraria de Darci França (PL), que o indicou. Rogério rendeu-se à timidez e não compareceu. Adriana Gonçalves, sua esposa, o representou — e, dessa forma, pôs em cena uma personagem nem sempre lembrada nesse contexto, mas essencial: a mulher do homem do mar. Diogo Santos (MDB) fez-lhe a homenagem.

Os demais homenageados foram José Fonseca, representado pelo neto, também pescador, Luiz Otávio do Prado, indicado por Bento Voltolini (PL), Antônio José dos Santos, indicado por Célio Ramos (MDB), Martinho da Silva Primo, indicado por Egídio Soares (MDB) e outra ausência da noite; Arão Francisco Mafra, indicado por Jonas Amadeu (MDB), Jorge Adolfo Inácio, indicado pelo presidente da Câmara, Professor Juliano (Progressistas), Nivaldo Francisco de Melo, indicado por Magno Muñoz (MDB), e João José da Cruz Filho, indicado por Willian Ismael dos Santos (Progressistas). Aliás, este vereador, performando seu Zé do Araçá, proporcionou a nota cômica da noite, que contou com a música de André Miranda e a presença do prefeito Joel Lucinda (MDB), de seu vice, Ailto de Souza (PL) e do secretário municipal da Pesca, Frank Marques.

“Foi uma noite de muitas histórias”, destacou Professor Juliano, que traçou um paralelo com a própria trajetória, uma vez que é filho de pescador e nasceu em Santos, pois seu pai, Benedito João Guerreiro Filho, não se desviou do caminho da maioria dos jovens de sua geração. “Como filho de pescador, como muitos de vocês são, tenho um carinho especial por esta honraria”, concluiu.

A honraria Pescador Portobelense é resultado de um projeto de lei aprovado pela Câmara, de autoria de Diogo Santos, Célio Ramos e Jonas Amadeu, e sancionado pelo Governo Municipal em junho de 2020 (Lei Municipal 2.898). O texto faz referência ao Dia do Pescador (29 de junho) e tem por objetivo “reconhecer personalidades que, no passado ou no presente, colaboraram ou colaboram com a pesca artesanal ou industrial na cidade de Porto Belo”. Sua entrega ocorreu pela primeira vez em 2022.  

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Resumo da Sessão

VER MAIS

Legislativo institui o “Dia da Mulher na Política”

VER MAIS

Vereadores e vereadoras mirins de PB participam de conferência regional em Itajaí

VER MAIS